GILM – Grupo Informal sobre Literacia para os Media

A literacia mediática, bem como as literacias que esta compreende, nomeadamente a da informação e a digital, representa cada vez mais um vetor estratégico da formação dos cidadãos e um desafio para as políticas públicas educativas, culturais, da comunicação social, da sociedade da informação e da cidadania.

Tal importância vem sendo crescentemente reconhecida por organizações internacionais como a Unesco, o Conselho da Europa e a União Europeia, que fizeram desta matéria assunto central da sua ação.

Em Portugal, foi criado, em 2009, o GILM – Grupo Informal sobre Literacia Mediática, atualmente constituído pelos seguintes membros :

Como o nome indica, o GILM funciona de modo informal, sem existência ou mandato formais, e tem por objetivo a cooperação dos seus membros com vista à partilha de informação relevante, à realização de iniciativas que possam beneficiar das sinergias das diversas entidades participantes, contribuir para a definição de políticas públicas na área da educação para os media e da literacia mediática, assim como promover ações comuns abertas à sociedade.

Logotipos das entidades que atualmente integram o GILM: